Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

12
Abr12

Os exames nacionais

Não falo dos meus que já estão todos feitos. Falo dos nacionais, esses que se aproximam. Hoje tive uma conversa com uma rapariga que está no 1º ano da faculdade de um curso de letras, e que quer mudar para o meu curso (Enfermagem Veterinária). Ela só tem exames de humanidades feitos, e pediu-me a minha opinião sobre a disciplina mais fácil para estudar. Bem, físico-química sem bases nenhumas é para esquecer. Matemática, ahah, matemática, deixem-me rir. Aconselhei-a então a dedicar-se ao estudo da biologia e geologia. 

E durante a conversa lembrei-me do meu exame de matemática. Estudei um ano inteiro (ao qual gosto carinhosamente de chamar 13º), com explicações duas vezes por semana, estudava todos os dias, e chumbei na primeira fase com um 9,3. Fui à 2ª fase já contrariada porque achei que nunca na vida ia passar aquela porcaria, só lá pus os pés por insistência da explicadora e tirei 12, que acabou por ser a minha prova de ingresso.

Expliquei-lhe também que se fizer o exame de BG e entrar no curso tem de começar a estudar matemática anyway porque no 1º ano temos uma cadeira que é a continuação da matemática de 12º. E lembrei-me que fazer matemática na faculdade também foi dificil, porque o grau de dificuldade era aumentado. Mas nunca, never, "jamê", em momento algum da minha vida, fiz algo tão dificil como o exame nacional de matemática. 

Nem os exames da faculdade, nem a carta de condução, nem entrevistas de emprego, nada. Nada se compara em dificuldade à porcaria daquele exame. 

Passei e fiquei muito orgulhosa de mim, mas cada vez que me lembro daquele ano da minha vida ainda fico com os pêlos dos braços arrepiados, raios! Boa sorte para todos os que aqui passam que se encontram no ano escolar mais decisivo da vossa vida. Pensem que se os outros conseguem, vocês também irão conseguir.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D