Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

23
Mar12

Bad bad bad day

Há dias em sou obrigada a assistir a coisas feitas a animais por pessoas que me fazem sentir vergonha de ser da raça delas. Faz-me odiar esta sociedade estúpida em que os animais são vistos como um objecto de hoje-quero-amanhã-não-quero. Sim, o abandono é algo odiável, condenável e incompreensível, pelo menos para mim. Mas pior do que isso são aquele tipo de pessoas que ferem e mutilam animais só porque sim. A esse tipo de pessoas desejo todo o mal do mundo. Que lhes arda a casa, que não tenham dinheiro para comer, que tenham uma doença incuravel que os faça sofrer para o resto da vida, e que morram sozinhos e abandonados, repletos de dor. Afinal, é exactamente isso que eles fazem aos animais. Explicando um pouco da minha raiva, quem é que se dá ao trabalho de roubar um cão para lhe enrolar as patas e dorso em arame farpado, tão aperdado que lhe rasgou a pele até aos tendões? Mas que merda de sociedade é esta, onde psicopatas andam por aí a fazer isto a animais? 

Em pleno século XXI, isto ainda acontece. Enterram-se cachorrinhos vivos porque as pessoas acham que castrar é algo cruel!! Really? Realmente é muito menos cruel enterrar cães vivos e indefesos, ou meter gatinhos recém-nascidos em panelas de água a ferver. Retirar os testiculos a um cão? "Ah, coitadinho!!" dizem eles. Retirar o utero a uma gata? "Nem pensar. Vou privar o meu animal dos prazeres da vida?". Parece-lhes muito melhor deixa-los reproduzirem-se à vontade, e quando os bebés nascerem, metem-nos em sacos de plástico furado e atiram-nos ao rio, ou então vai directamente para o contentor do lixo.  Não quero imaginar aquilo que a raça humana seria capaz de fazer se não fosse racional...

17
Mar12

O que vos parece?

Parece-vos uma galinha? Uma iguana? Ou um porquinho-da-índia? É que existem pessoas que me continuam a perguntar: "Isso é um cão?". Claro que levam com a resposta mais parva que me vem a cabeça, como: "Não, então não se vê que é um papagaio mutante?!".

16
Mar12

Não consigo perceber

Não gosto, não percebo e não aceito. Seja o gesto feito para o Papa, para os jornalistas, ou ao sem-abrigo que passa na rua. É na minha opinião uma falta de educação injustificável. Obviamente esta opinião nada afecta a minha consideração sobre o talento dela, mas continuo sem perceber o que a leva a fazer tal "movimento".

Será que sou só eu que acho que se a senhora quer passar despercebida, teria muito mais sucesso se mantivesse as mãos dentro dos bolsos?

14
Mar12

Coisas que se ouvem

É comum pedirem preços especiais no veterinário por inumeras razões, mas estas foram as melhores que ouvi até hoje.

 

-" Tem de me fazer um preço especial, porque este cão não é meu. Sabe, eu achei na rua...."

- "Ah sim? À quanto tempo?"

- "À 11 anos..."

 

Ou ainda,

 

-" Tem de fazer um preço especial, é que eu estou desempregada..."

- "Pois, isso é uma chatisse..."

- "Pois é, já estou desempregada à 34 anos!"

12
Mar12

Como dar comprimidos a um gato em 16 passos

1. Pegue no gatinho e aninhe-o no seu braço esquerdo como se segurasse um bebé. Coloque o indicador e o polegar da mão direita nos dois lados da boquinha do bichano e aplique uma suave pressão nas bochechas enquanto segura o comprimido na palma da mão. Quando o amorzinho abrir a boca atire o comprimido lá para dentro. Deixe-o fechar a boquita e engolir. 

2. Recupere o comprimido do chão e o gato de detrás do sofá. Aninhe o gato no braço esquerdo e repita o processo. 

3. Vá buscar o gato ao quarto e deite fora o comprimido meio desfeito. 

4. Retire um novo comprimido da embalagem, aninhe o gato no seu braço enquanto lhe segura firmemente as patas traseiras com a mão esquerda. Obrigue o gato a abrir as mandíbulas e empurre o comprimido com o indicador direito até ao fundo da boca. Mantenha a boca do gato fechada enquanto conta até dez. 

5. Recupere o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-fatos. Chame a sua esposa do jardim. 

6. Ajoelhe-se no chão com o gato firmemente preso entre os joelhos, segure as patas da frente e de trás. Ignore os rosnados baixos emitidos pelo gato. Peça à sua esposa que segure firmemente a cabeça do gato com uma mão enquanto força a ponta de uma régua para dentro da boca do gato com a outra. Deixe cair o comprimido ao longo da régua e esfregue vigorosamente o pescoço do gato. 

7. Vá buscar o gato ao suporte do cortinado e retire outro comprimido da embalagem. Tome nota para comprar outra régua e reparar as cortinas. Cuidadosamente varra os cacos das estatuetas e dos vasos do meio da terra e guarde-os para colar mais tarde. 

8. Enrole o gato numa toalha grande e peça à sua esposa para se deitar por cima de forma a que apenas a cabeça do gato apareça por debaixo do sovaco. Coloque o comprimido na ponta de uma palhinha de beber, obrigue o gato a abrir a boca e mantenha-a aberta com um lápis. Assopre o comprimido da palhinha para dentro da boca do gato. 

9. Leia a literatura inclusa na embalagem para verificar se o comprimido faz mal a humanos, beba uma cerveja para retirar o gosto da boca. Faça um curativo no antebraço da sua esposa e remova as manchas de sangue da carpete com o auxílio de água fria e sabão. 

10. Retire o gato do barracão do vizinho. Vá buscar outro comprimido. Abra outra cerveja. Coloque o gato dentro do armário e feche a porta até ao pescoço de forma a que apenas a cabeça fique de fora. Force a abertura da boca do gato com uma colher de sobremesa. Utilize um elástico como fisga para atirar o comprimido pela garganta do gato abaixo. 

11. Vá buscar uma chave de fendas à garagem e coloque a porta do armário de novo nos eixos. Beba a cerveja. Vá buscar uma garrafa de whisky. Encha um copo e beba. Aplique uma compressa fria na bochecha e verifique a data de quando apanhou a última vacina contra o tétano. Aplique compressas de whisky na bochecha para desinfectar. Beba mais um copo. Atire a T-Shirt fora e vá buscar uma nova ao quarto. 

12. Telefone aos bombeiros para virem retirar o *** do gato de cima da árvore do outro lado da rua. Peça desculpa ao vizinho que se estampou contra a vedação enquanto tentava desviar-se do gato em fuga. Retire o último comprimido de dentro da embalagem. 

13. Amarre as patas da frente às patas de trás do filho da *** do gato, com a mangueira do jardim e de seguida prenda firmemente à perna da mesa da sala de jantar. Vá buscar as luvas de couro para trabalhos à garagem. Empurre o comprimido para dentro da boca da besta seguido de um grande pedaço de carne. Seja suficientemente bruto, segure a cabeça do corno na vertical e despeje-lhe um litro de água pela goela abaixo para que o comprimido desça. 

14. Beba o restante whisky. Peça à sua esposa que o conduza às urgências e sente-se muito quieto enquanto o médico lhe cose os dedos, o antebraço e lhe remove os restos do comprimido de dentro do seu olho direito. A caminho de casa contacte a loja das mobílias para encomendar uma nova mesa de jantar. 

15. Trate de tudo para que a protectora dos animais venha buscar o *** do gato mutante fugido do inferno. Telefone para a loja dos animais e pergunte se têm tartaruguinhas.

 

PS: Importante dizer que isto é brincadeira e pura ficção. Os comprimidos aos gatos dão-se da mesma maneira que aos cães, abre a boca, mete-se lá dentro o comprimido e fecha-se a boca.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D