Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

29
Abr12

Deslize

Ontem foi noite para dar um passo atrás na minha dieta. A culpa é das caipirinhas de vodka preta (mas que bem que me soube). Hoje tenho um trabalho para terminar que nem a meio vai, e estou com uma dor de cabeça daqueeeeeelas, por isso não beberei mais do que isto.

É o meu equivalente às caipirinhas, mas em versão sáudavel e diária. É tão docinho, mas tão docinho que nem é preciso usar qualquer tipo de açucar para se ficar apaixonada por este chá, e isto é-vos dito por uma "teaholik".

26
Abr12

Novos hábitos

Uma vez por dia tem de ser assim, ou ao almoço ou ao jantar.

Sopa, um pão com uma fatia de fiambre de perú e uma peça de fruta (duas vá, que eram pequeninas apesar de não parecer). Como incentivo às meninas que começaram a luta contra o pneu ao mesmo tempo que eu posso dizer que em duas semanas de cuidados alimentares (nada de especial) e exercício físico (com quase tantos dias de folga como de treino) já consegui entrar e ir trabalhar hoje com umas calças que não vestia à mais de um ano! 

 

 

 

25
Abr12

Meia horinha por dia, nem sabes o bem que te fazia!

Eu sei porque já (re)comecei nisto a semana passada (com algumas faltas é verdade). Nos primeiros dias custou-me bastante acordar mais cedo para ir correr, porque além da minha cama me agarrar com todas as forças achei que ia ficar cansada e rabugenta o dia todo. Mas muito pelo contrário, correr é para mim algo extremamente libertador. Fico mais descontraída, bem disposta e mais tolerante - especialmente com pessoas parvas - durante todo o dia, para além de ser um auxilio no controlo das minhas insónias visto que me deito mesmo cansada. Aconselho profundamente. Hoje foi esta a minha principal companhia.

 

PS: E que a chuva não seja desculpa, é até uma ajuda no controlo da temperatura. É giro ver os meus braços a fazer fumo, pronto já disse.

22
Abr12

As recompensas

É inexplicável o que sinto quando os clientes da clínica me vão levar presentes. Quando o pescador me vai oferecer um robalo ou uma sapateira, quando a senhora reformada leva queijadinhas ou clarinhas caseiras, quando a florista leva uma for, quando a dona do gatinho leva biscoitos caseiros, ou quando a dona do cãozinho bebé me oferece uma foto do seu animal a dizer "Obrigado enfermeira por tratar tão bem de mim".

Não é pelo valor nem pelo presente em si, é pelo gesto. Faz-me acreditar que consigo transmitir às pessoas o quanto me esforço por tratar o melhor possível os animais delas, porque no tempo passado na clínica eu trato daqueles animais como se fossem meus.

18
Abr12

Conversas com a minha gata

Conversa com a Alice, enquanto a afastava do fogão:

- Alice, apesar de não teres pêlo tu não és um frango de churrasco.

Ao que em pensamento ela me respondeu:

-"Cala-te sua estúpida. Eu sou o que eu quiser!"

Portanto assim que me apanhou distraída, toca a saltar para cima do fogão ainda estava quente.

 

Um dia que tenha uma filha, não vai ter um feitio tão parecido comigo como esta gata tem.

(O fogão já não estava assim tão quente, por isso nada de grave aconteceu. Excepto o meu ataque de histerismo.)

 

16
Abr12

Qual é a probabilidade?

De manhã enquanto secava o cabelo, o meu secador começou a faíscar por todos os lados sem motivo aparente. Normal, pensei eu que o bicho até já era velho. Agora, ao fim de um dia de trabalho chego a casa, tento ligar as luzes do meu quarto e nenhuma funciona (nem a do tecto, nem os candeeiros da mesinha). Azar a mais, não? Ok, acontece. Então decido ir tomar banho e o termoventilador que aquece a divisão não funciona.  Sinceramente pensei que tinha saído impune à sexta-feira 13.

Pág. 1/2