Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

21
Set13

Pause

Eu tentei manter o blog activo,o sapo sabe bem quantas vezes aqui entro para escrever qualquer coisa. Mas falta-me o tempo. Falta-me a inspiração. Falta-me a paciência. Falta-me basicamente a paciência para ficar algum tempo em frente ao computador para que a inspiração chegue. 
A gota de água foi após a queda do meu computador, que para funcionar têm de ser ligado à televisão. E também não tenho uma internet de jeito, a única que tenho é a do telemóvel que funciona como router. Isto junto aos motivos acima indicados tornam para mim impossível a manutenção do blog. E bem, ter um blog a meio gás não é para mim.

Não posso negar que já venho a pensar nisto à bastante tempo, visto que já à muito que os post's por aqui escasseiam. Mas vocês sabem como sabe bem chegar a casa e ter lá um, ou dois, ou meia dúzia de comentários à nossa espera. Como é reconfortante. Desse lado as pessoas só conhecem de nós aquilo que queremos mostrar. Se não gostam, não vêm cá ler (ou vêm deixar comentários parvos, mas esses não interessam). Só fica quem gosta, e essas têm sempre uma palavra simpática para nos deixar por mais impessoal/ambivalente/básico que seja o post. Existe sempre alguém que se identifica com o que escrevemos.

Quem tem um blog sabe também que um blog não se constrói de um dia para o outro. São precisos meses e meses de postagens diárias para começar a receber retorno. E se quanto abri o blog achei que seria uma coisa passageira com fim breve, quando comecei a perceber que havia quem gostasse de me ler, isto tornou-se uma bola de neve viciante.  Claro que não sou uma Pipoca mais doce, ou uma Sónia Morais dos Santos, mas dou imenso valor a quem vem cá todos os dias saber um pouco mais de mim. E este é o principal motivo porque esta decisão me custa tanto. Porque o blog foi algo que eu fiz, só eu. E agora que ganhei algum público vou ter de o deixar em stand-by. E sim, eu sei que esse público vai deixar de cá vir, e um dia que eu volte terei de começar tudo de novo porque da mesma maneira que a minha vida mudou tanto nos últimos meses acredito que as vossas vidas mudará também. E não sei se quando eu cá voltar terão tempo para me ler. Ou vontade. E terei de reconquistar as pessoas. E conquistar algumas novas. Por isso arrastei esta decisão por tanto tempo. 

Não posso esquecer o quanto este blog foi importante para mim, a companhia que me fez durante 3 anos em que vivi longe dos familiares mais próximos. Mas neste momento tenho outras coisas em mãos, para além do trabalho e as aulas de francês que me ocupam mais horas do que as que seriam supostas. Tenho de começar a trabalhar em projectos pendentes, alinhar ideias, tomar decisões e resolver os problemas que surgirão.
Continuarei a ler-vos, mas se os meus comentários já eram raros, através do telemóvel ainda mais raros serão. Mas todos os dias, enquanto espero pelo João Pestana passo pelos blogs que mais me prendem. 

Assim sendo, o blog ficará parado até que melhores condições de escrita e acesso venham, e que tragam consigo ventos de inspiração.

08
Set13

Catástrofe


Devido a este acidente catastrófico estarei mais afastada do blog do que o normal. Mais ainda do que ultimamente. Vou tentar postar pelo telemóvel, mas esse também não tem andado muito bem de saúde. A ver se algum santinho acha que eu mereço e me oferece um pc e um telemóvel. (A pedir tem de ser em grande para ver se aparece alguma coisa, não?)
03
Set13

Curta duração

Fui a Portugal, e apesar de já ser rotina as curtas estadias, esta foi a mais curta de todas. Sai do Luxemburgo às 4h da manhã, cheguei ao aeroporto da Alemanha às 5:30h. 8:30 estava no Porto, 9:30 em Barcelos. Pegar no meu carro, tomar o pequeno almoço com a "my person" (minha prima), comer pasteis de nata, comprar pasteis de nata para a viagem e às 23h já estávamos em Bordéus. Note-se que passamos por 5 países em menos de 24 horas. Parei para dormir num hotel (encontrado no booking, aconselho), tomei um dos melhores pequenos almoços da minha vida e às 20h já estava na Luxemburgo outra vez. 

Cansativo? Sim. Mas foi um fim de semana bem passado, e se há viagem que eu adoro fazer é Portugal-Luxemburgo para admirar a zona lindíssima dos Pirenéus, na melhor companhia possível, a do B.

Para todos os que achavam que o meu carro era um brinquedo, e que "nem pensar, nunca na vida chega ao destino", já cá se encontra e de boa saúde! Vi muitos e melhores parados na berma de capôt aberto! Já disse que adoro o meu carro??