Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

23
Mar17

A febre do Starbucks

Das coisas que mais gosto de fazer quando viajo é parar num café/esplanada, beber um capuccino e ficar ali a apreciar um bocadinho a dinâmica de cada cidade: ver como as pessoas se comportam, como me movem, como se vestem, como se relacionam, se sorriem mais ou menos.

Como andamos sempre muito a pé nas viagens que fazemos, isso ajuda-nos a descansar em qualquer canto onde haja um café com um ar simpático. Ora, isto fazia com que nunca tivéssemos entrado num Starbucks, porque nunca tínhamos encontrado nenhum perto e também não acho que tenha sentido desviar um trajecto por causa de um café. 

Entretanto abriu um Starbuck aqui no aeroporto, e como passado poucas semanas íamos viajar, fomos mais cedo para experimentar. Pedimos um capuccino, um cupcake, uma fatia de cheesecake e uma água porque não tinham Coca-cola, e por isto apresentaram-me uma conta de 22€.

Bom, eu conheço bem o custo de vida aqui, sei também que é uma marca conhecida e que só vai lá quem quer, mas a sério que as pessoas pagam uma fortuna por aquilo?? Não me estou a queixar só pelo preço, porque se comparar por exemplo com o Hard Rock (que não é propriamente ao preço do McDonalds), não tenho nada a dizer: a comida é deliciosa e o atendimento irrepreensível. Já na famosa cafetaria acho que nem vi os dentes dos empregados, e quanto à qualidade, acho que se encontram produtos superior em qualquer canto. 

Uns meses mais tarde, em Manchester, decidimos voltar a experimentar, não fosse o caso do Luxemburgo ser pontual. Afinal não, acho que é mesmo política da empresa. 

Até entendo que as pessoas gostem de ir lá por ser moda, queiram tirar fotos com o famoso copo da marca, pela experiência "americanada" mas se procuram um bom café/capuccino sugiro que vão a outro lado.

 

PS: devo ser a única pessoas no mundo com esta opinião, tendo em conta a proliferação da marca. E não tenha nada contra os senhores, apenas acho que querendo manter aqueles preços, deveriam verificar também a qualidade. 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D