Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

31
Mar17

Deixem a minha campainha sossegada!

Como já vos disse aqui, não tenho internet em casa o que me limita a actualização do blogue quando não estou a trabalhar. Ora, a dor de dentes que vos falava no post anterior e que obrigou a enfrascar-me em medicamentos, atirou comigo para casa quase a semana toda. Podia ter tido uns dias sossegados, podia ter aproveitado para dormir e descansar (coisas que me fizessem esquecer a dor e o desconforto gástrico) se não fossem aqueles senhores de determinada religião que tocam as campainhas.

Porquê, senhores, porquê??? Estamos no ano de 2017, acham mesmo que ainda há necessidade de andar a bater de porta a porta para espalhar a palavra? Eu não tenho Internet em casa, mas olhem que sou uma rapariga despachada, e sei procurar as minhas informações quando preciso.

Não tenho absolutamente nada contra esta religião ou outra qualquer. Desde pequena que tenho especial interesse por questões religiosas, ainda que sempre me tenha conhecido como ateia - baptizada e com primeira comunhão feita por obrigação. Sempre me fascinou o que leva tanta a gente a acreditar em algo que não é palpável, que não se vê nem se pode comprovar - acho realmente incrível. A forma como alguém com um amigo imaginável é tido como maluco, mas se milhares de pessoas tiverem esse mesmo amigo, formam uma religião.

Vivemos numa sociedade que ridiculariza ideias como extra-terrestres, unicórnios, ou criaturas mais exóticas, mas que acredita indubitavelmente que existe um espírito de alguém que viveu à muito tempo a controlar o mundo. Isto dito assim soa um bocado estranho, não? Mas a mim parece-me incrível ao mesmo tempo. Vivemos num planeta onde não descobrimos ainda nem metade do que aqui habita, já para nem falar na galáxia interminável; não havendo provas da existência de extra-terrestres ainda, parece-me mais provável a existência destes (e não na sua sua forma de homenzinhos verdes, mas simplesmente vida - inteligente ou não - noutro lugar).

Ora, isto é apenas a minha ideia (achar que nenhuma religião ME faz sentido), mas não ando de porta a porta a dizer isto às pessoas, pois não? Posso discutir isso com família ou amigos, mas acho um tema demasiado privado para discutir com desconhecidos, muito menos bater à porta desses desconhecidos com o único objectivo de falar sobre o assunto. Toda a gente conhece as principais religiões presentes em Portugal, e havendo curiosidade, tenho a certeza que sabem também onde se dirigir para tirar dúvidas.

A sério, mas mesmo a sério, não há necessidades de tocar às campainhas ao fim de semana às 9h da manhã (ou a qualquer hora do dia, todos os dias), nesta fase mais perto da Páscoa. Como eu não devo ser a única vítima, já vi algumas pessoas aqui da zona a colar papeis na caixa de correio equivalentes a "publicidade aqui não", mas a pedir para não tocarem a campainha para fins religiosos. Penso nas pessoas que estão em casa com bebés ou idosos a dormir, pessoas que trabalham de noite como polícias e enfermeiros, pessoas de mobilidade reduzida que demoram imenso a chegar à porta, a fazerem o esforço de se deslocarem - não para receber um ente querido, não para aceitar um encomendada por si pedida - mas para ouvirem falar de uma coisa que não lhes interessa minimamente. Não sei quem decide a tipo de política para publicidade ou expansão, mas esta coisa tipo stalker não me parece muito boa ideia, digo eu....

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D