Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

03
Out17

Exemplo prático da teoria do Caos

Há dias complicados. O carro que avaria à saída do trabalho e que mesmo com a ajuda do automóvel clube, acabamos por chegar a casa tardíssimo. Devido às horas, decidimos ir comer fora e passamos mal a noite porque comemos demais demasiado tarde. Dormimos mal, acordamos com as galinhas para resolver o problema do carro antes do horário de trabalho.

Por este motivo ou por outro qualquer, há dias em que não apetece sorrir ao chefe, nem ser simpática ao telefone da recepção. Não apetece ouvir as conversas alheias na cozinha sobre as viroses nas escolas, nem fazer frete na reunião mensal, em que toda a gente apresenta problemas e ninguém apresenta soluções. Não apetece comer o almoço saudável, ainda que fiquemos com remorsos por ter comido aquela fatia enorme de bolo de chocolate. Mas também não apetece sair para correr. Porque está frio. E ainda não apetece vestir o casaco pesado de Inverno. Acima de tudo, não apetece passar o dia a falar numa língua que não é a nossa, muito menos fazer um esforço para aprender um quinto idioma. 

Há dias assim, em que questionamos as decisões que fomos tomando na vida e até onde isso nos trouxe. Questionamos aquilo que somos e que queremos, bem como o nosso esforço para atingir os objectivos; objectivos esses que passam a ser dúbios, num dia como o de hoje: o eterno dilema "Estaria melhor noutro lugar?". Pensamos e repensamos as mesmas ideias de sempre, avaliamos prós e contras que já conhecemos de cor, tentando ter uma ideia luminosa que seja a solução para tudo mas chegando sempre à mesma conclusão: a teoria do Caos, ou o Efeito Borboleta. 

É conhecida popularmente esta ideia de uma borboleta bater as asas num lugar e isso provocar um furacão do outro lado do mundo. que coisa incrível, não é? Quase tão incrível como o facto de esquecer umas luzes do carro ligadas por acidente, poder estragar completamente o dia até à pessoa mais positiva e realizada do Mundo. Rais'partam os carros que não avisam que as luzes ficaram ligadas. Humpf.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D