Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

23
Nov16

Apresento a minha família

Cá em casa somos muitos e todos com feitios muitos diferentes: 2 humanos, 1 canídeo e 3 felinos.

A Camila, a nossa cadela, é a criatura mais sociável de mundo; acho que se lhe aparecesse um rinoceronte ou o Abdominavel Homem das Neves à frente ela ia buscar uma bola para brincar. Adora brincar mais do que qualquer cão que tenha conhecido (e eu conheco muitos!), adora água, adora neve (e comer neve também). Gosta de fazer caminhadas pelo monte ou na praia. Uma palavra para definir a Camila: "adorar" porque ela realmente adora tudo, adora pessoas, e cães, e gatos, e tudo que se mexa, e que não se mexa.

FB_IMG_1474879792843.jpg

FB_IMG_1474879815524.jpg

FB_IMG_1474879823884.jpg

 

A Alice é a mais velha e é a diva em forma de gato. "Supé" chic em todos os momentos (não sei onde ela foi buscar isso), sempre politicamente correcta por mais estranho que isto possa soar quando falamos de um gato - ela pode estar furiosa comigo porque acabei de lhe dar banho, mas é incapaz de mostrar essa fúria a outra pessoa que não seja eu (se outra pessoa se aproximar é recebida com beijos e turras). Desde bebé que adoptou o meu marido como dono e senhor, é o amor da vida dela e só quer dormir na nossa cama quando ele está.

IMG_2360.JPG

IMG_20140816_122727.jpg

 

A Matilde é a mais nova, a mais felina de todos, está sempre carente ainda que passemos o dia em casa a dar-lhe mimos e beijos mas destes colo. É uma gata "de verdade", que se assusta com aspiradores e se esconde quando vê alguém que não conhece. Meiga que dói, passaria o dia inteiro a brincar e a subir/descer para cima do guarda-fatos. A criatura preferida dela em casa é a Camila, e é louca por comida; louca ao ponto de cada vez que abrimos o frigorífico saltar lá para dentro ou subir para cima e dar-nos com a pata na cabeça como quem diz "estou aqui! dá-me comida!!". Consegue distinguir o som de cada gaveta da cozinha ao longe, se abrirmos a gaveta dos pratos ignora, se abrirmos a gaveta das gordices vem a correr e a miar alto, estilo "camião dos bombeiros". 

20150818_213859.jpg

received_767002213354417.jpeg

 

O Gaspar (conhecido por Gaspas) é o gato mais fixe do mundo para toda a gente. Adora colo, beijos, que lhe falem de forma fofinha e que o abracem com força. Se fizermos tudo isso ao mesmo tempo, ele dá gritinhos de alegria enquanto ronrona. E ainda que ele adore toda a gente, eu sou o amor da vida dele. Só me dá beijos a mim, segue-me como uma sombra, está sempre da mesma divisão que eu e dorme sempre comigo - mas dormir comigo não é suficiente, ele dorme no meu pescoço! E eu adoro dormir com o Gaspas no pescoço porque me aquece, e porque ele ronrona como um carro de fórmula 1 (que devido à proximidade me chega ao ouvido como um altifalante encostado a um motor de avião) e funciona em mim como som mais relaxante ao fim de um dia de stress. É o nosso momento "dona-gato" diário, que poderia ser perfeito. Digo poderia ser perfeito se não fossem os dias em que está calor ou que me dói as costas, ou que me apetece dormir noutra posição porque o Gaspas nunca quer dormir noutra posição. E se dona quer mudar é porque não está a perceber que o Gaspar quer dormir da mesmo forma que dorme todos os dias. Então, como se avisa a dona que não está na posição correcta? Fazendo-lhe miminhos com a pata de forma a puxar-lhe o cabelo para a cara, ameaçando deitar-se em cima da cara dela de forma a que não consiga respirar para assim acordar e perceber que o gato quer dormir, ou dando-lhe estalos na cara e na cabeça com toda a força de um gato de 6kg (mas sempre a ronronar porque é muito fofinho). Sofro ou não sofro de violência doméstica por parte do meu gato que não sabe ser contrariado?

IMG_20150816_232546.jpg

(A posição preferida para dormir)

20150419_115358.jpg

 

FB_IMG_1441395587127.jpg

 (Na falta da dona quem o atura é a Alice)

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D