Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

15
Set17

Ler ou reler: eis a questão!

Eu, como quase todas as pessoas que por aqui passam, gosto muito de ler - não há outro motivos para ter e ler um blog. Mas tal como em quase tudo na vida, vamos tendo fases mais activas, e outras em que pomos os livros completamente de lado durante meses, certo? Por norma, para sair duma dessas fases de inércia literária, despacho um romance simples: nada mais fácil do que abrir um livro da Nora Roberts ou da Lesley Pearce e perder horas a imaginar um amor que só existe no papel. 

Como estou sem ler há uns meses, esta semana fui espreitar o que tinha lá por casa: tenho alguns que comecei e não me agradaram nas primeiras páginas, tenho alguns que não li ainda, mas a minha atenção prendeu-se num romance que li há muitos anos e que me marcou profundamente (de tal maneira que passei semanas a pensar e a repensar naquilo). Era adolescente na altura, tinha as hormonas ao rubro (e não, não foram as Cinquenta Sombras nem o Twilight) e aquele livro foi exactamente aquilo que eu não esperava: as personagens tinham atitudes mais "humanas" do que as típicas acções românticas e o final não foi o típico "final feliz".  Não imagino o impacto do livro se o tivesse lido pela primeira vez uns anos mais tarde, já com mais experiência de vida, mas foi sem dúvida algo bastante marcante para mim.

Fiquei uns minutos a olhar para ele enquanto tentava decidir se o voltava a ler ou não. Já reli muitos livros na minha vida (não sou patrocinada por nenhuma livraria) mas nunca os "especiais" - não tenho muito boas experiências com esses porque acabo sempre por ficar com mixed feelings. Relembra-me a velha máxima de "Nunca voltes onde já foste feliz", mesmo que tenham sido lugares imaginários. Decidi então não pegar nele, pelo menos agora; quem sabe um dia mais tarde.

E vocês? Guardam os "intocáveis" num canto e nunca mais os lêem? Voltam a ler de quando em vez? Ficam com mixed feelings também? Ou são dos que nunca relêem livros, porque o que não falta neste mundo são livros novos para ler? 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D