Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

09
Mar17

Machismo no dia da Mulher

Ontem fui a mando do meu chefe comprar uma ferramenta específica para um tipo de parafuso. Voltei com uma chave errada, porque sinceramente não prestei bem atenção e saí demasiado apressada sem olhar duas vezes para o que tinha de comprar. 

Ouvir "isso não é tarefa de mulher" quando voltei, deixou-me de boca aberta e sem palavras. No século XXI, no dia da Mulher, disseram-me que por ter nascido mulher, eu não era competente de ir comprar a porcaria de uma ferramenta. Achei que a coisa não podia piorar, quando de repente ouço "Não te preocupes porque a culpa não foi tua. A culpa foi de quem te mandou a ti comprar uma coisa dessas". 

Peguei no raio da ferramenta, voltei à loja para trocar e regressei com a chave correcta. Porque, claro que sou tão competente de comprar o que quer que seja como qualquer outra pessoa, e porque a culpa não foi de quem me mandou fazer um recado, a culpa do erro foi minha que não prestei atenção.

Estes comentários foram proferidos por um senhor pelo qual tenho imenso respeito, que tem mais do dobro da minha idade e por isso apenas lhe respondi que as competências não se mediam pelo género. Vamos aprendendo a relativizar, ouvir determinadas coisas e a dar-lhe o seu verdadeiro valor consoante a sua origem mas foi a primeira vez que um comentário machista me atingiu tanto, talvez porque esperava daquela pessoa uma mentalidade diferente. 

"Tu não cozinhas para o teu marido?", "Olha, que os homens não gostam de mulheres malandras. Se não cozinhares e tratares da casa, ele deixa-te.", "Não queres ter filhos? Não te admires se o teu homem de trocar por outra que queira!", "Como é que és tu que escolhes o teu carro? Carros é assunto de homem.", "Como é que trocaste a lâmpada do exaustor? Isso é coisa para os homens fazerem", "Montar e desmontar moveis? Tu?", "Devias arranjar-te mais para o meu marido, os homens não gostam de mulheres desleixadas". Sim, já ouvi todas as estas pérolas e por incrível que pareça todas elas vieram de mulheres, que imagino eu, vivem com medo de não terem um homem ao lado.

Não que eu queira mudar o mundo, não que eu queira vantagens por ter nascido com uma vagina em vez de um pénis; quero apenas o mesmo direito. Não quero que me abram portas, não quero que me levem o carro à revisão, não quero que me ofereçam flores, não quero ter prioridade numa fila ou num estacionamento. Quero uma sociedade onde seja normal uma mulher ir comprar uma ferramenta de trabalho sem ser menosprezada, onde uma mulher possa gostar de mecânica, onde um homem possa gostar de cozinhar e costurar sem ser olhado de lado. 

Recuso-me a debates sobre o sexo forte, porque não tem de haver um sexo forte, ou mais forte que outro, um "melhor" como em tudo nesta vida: duas coisas podem ter exactamente o mesmo valor e não é por isso que perdem a sua magia. Não faz sentido a meu ver festejar o dia da Mulher enquanto não houver o dia do Homem; talvez o dia do Respeito um dia venha a existir. 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D