Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

19
Set17

Edit: Obrigado Ryanair

*Edit: E porque é importante também dizer quando as coisas correm bem em vez de só criticar, finalmente a companhia arranjou uma solução válida para o meu problema. A viagem continua de pé, e espero sinceramente que não hajam mais contratempos.

 

Já se falava há uns dias dos voos cancelados pela Ryanair, e dizia eu, toda tranquila, que eles arranjavam lugares no voo seguinte ou devolviam o dinheiro - pelo menos, foi esta a reposta que eu tinha lido da própria companhia face à situação. 

Ontem à noite recebi uma sms a remeter para a consulta do email: o meu voo de Outubro tinha sido cancelado. Fui imediatamente ao computador com o intuito de trocar as datas porque eu queria mesmo ir passar o meu aniversário a Portugal, e até já tinha consultas médicas marcadas para essa altura. 

Já se imaginava a rambóiada que estaria o site deles: os voos de substituição não estavam disponíveis, simplesmente como se a Ryanair não tivesse voos nenhuns nos próximos meses (entretanto fui ao facebook deles e estavam a propor voos de volta um mês depois da data de ida, como se as pessoas não tivessem que trabalhar). Meia hora de tentativas frustradas e de repente o site diz que eu não tenho reserva alguma. Vamos então para o apoio ao cliente: estava "inactivo".

Já furiosa com toda esta situação, decidi seguir a outra opção proposta que seria o pedido de reembolso. Como os senhores são uns marotos, anularam um voo por cada reserva a toda a gente; ou seja, apenas me anularam o voo de regresso, por isso só reembolsam esse. Tão espertos não são? Obviamente, que depois do longo texto politicamente correcto em que se desculpavam pelo transtorno causado, o link para o reembolso estava - admirem-se! - desactivo!

Acabei por tentar atraves da aplicação do telemóvel, e num rasgo de sorte lá acabei por preencher o pedido e espero a regularização em 7 dias úteis (vou-me manter optimista em relação a isso!), mas isso não devolve a confiança ao cliente. Neste momento, continuo com uma viagem de ida paga, que não foi anulada por isso não posso pedir o dinheiro, mas que também não me aparece no site dentro das minhas reservas. Estará válida ou não? Compro apenas uma viagem de volta noutra companhia, ou será que mesmo não o tendo sido até agora, a Ryanair ainda vai anular mais voos?

A página deles está a ser bombardeada por clientes descontentes: alguns que já estavam de férias e que foram avisado em cima da hora dos cancelamentos, e que tiveram de comprar viagens alternativas a preços loucos, enquanto outras pessoas viram os seus voos anulados e já tinham os hotéis pagos (sim, poderiam comprar outras viagens, mas muitos deles não tem orçamento para isso por não estarem a contar com essa despesa extra. A Ryanair já informou que não vai pagar voos de outras companhias nem hotéis reservados sem possibilidade de cancelamento. 

Isto poderia ser uma anedota, uma daquelas notícias de jornais que criam noticias humorísticas, mas não: estamos mesmo a falar de uma empresa que gera lucros de milhões mas que trata os clientes como lixo. 

Poderia falar da ideia iluminada de nos últimos meses terem passado a separar casais e famílias propositadamente dentro do avião (em Maio, eu fui colocada a 5 filas de distancia do Bruno e fomos sem problema para uma viagem rápida de duas horas, mas haviam mães e crianças separadas - foi um fórróbódó tal que nem imaginam: toda a gente de pé, a trocar com os "vizinhos", os hospedeiros a tentar acalmar toda a gente e pedir para ficarem sentados) com o simples intuito de numa próxima viagem, o cliente pagar a taxa de escolha de lugar,  mas agora decidirem  estragar as férias a quem tanto espera por elas e já tem compromissos marcado, diz tudo sobre a política da empresa.

Não sei como a companhia vai recuperar desta perda gigante de clientes dos cerca de 2 mil voos anulados, mas da minha parte foi seguramente um "Goodbye, Ryanair!".

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D