Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

19
Abr17

Vamos falar de sobremesas?

Não aquelas que faço em casa, mas das que pedimos no restaurante, e sobre isso tenho várias coisas a dizer:

 

1. Se vamos ao restaurante e apreciamos uma comida bem feita e o mais "caseira" possível, feita cheia de amor e pormenores, porque raio nos dão uma lista de sobremesas pré-feitas? Custa assim tanto fazer uma mousse de chocolate caseira? Custa assim tanto fazer um leite creme (ou Crème Bruleé, como queriam chamar) que não  seja comprado já congelado e que ainda venha gelado para a mesa? Custa assim tanto fazer um bolo típico da casa, por mais simples e básico que seja? 

 

2. Para os pratos principais todos os restaurante procuram originalidade, algum pormenor que marque a diferença como uma especiaria, ou o acompanhamento, ou o empratamento, mas no que toca à pobre da sobremesa, temos sempre mais do mesmo. Cada vez que olho para a lista típica da Olá (e se for da Olá já não é mau!), com o acréscimo da mousse de chocolate, do pudim caseiro (cof, cof, cof), salada de fruta, queijo com marmelada, dá-se-me um arrepio pela espinha acima. Senhores dos restaurantes, inovem! Inovem pelo amor da Nossa Senhora dos Gulosos! 

 

3. Invistam nas sobremesas! Não são os candeeiros XPTO, ou aquele papel de parede caríssimo que me vão fazer voltar se a comida for uma desilusão. E a comida até pode ser óptima, mas a sobremesa vem sempre no fim e será essa a última memória a registar daquele lugar. 

 

4. Parem de olhar para as sobremesas como um suplemento. Uma sobremesa bem feita tem tanto mérito como o melhor prato principal, mas não venham com a conversa do costume "e sobremesa? Alguém quer sobremesa?". Claro que toda a gente quer sobremesa! Só que na maior parte das vezes, não estão dispostas a pagar por uma fatia de gelado o mesmo preço de 2 ou 3 gelados inteiros; gelado esse que podem comprar em qualquer supermercado. Toda a gente faz leite creme ou mousse de chocolate em casa, quando vamos a um restaurante queremos algo especialmente bom e que fuja daquilo que comemos todos os dias. 

Ofereçam um cheesecake de frutos vermelhos, uma mousse de maracujá, ou uma tarte qualquer (a melhor tarte que já comi na minha vida foi uma tarte de Limoncello, que só de pensar me faz ficar com água na boca) e verão que as pessoas até são capazes de experimentar e vão parar de reclamar do preço das sobremesas. 

 

Eu sou uma pessoa de sobremesas - adoro gordices- e não imaginam como é frustrante ir tantas vezes comer fora e cada vez que vem o menu para a mesa, pensar "outra vez arroz...". Chego a ir a restaurante só por determinada sobremesa, aliás, há até um restaurante ma-ra-vi-lho-so que vou sempre que posso só para comer a sopa e a sobremesa da casa. 

Para o bom e para o mau, as refeições em restaurante são bastante frequentes para nós e já umas quantas vezes elogiei a comida mas mandei a sobremesa para trás, e agradeço na verdade que não me cobrem uma mousse que já tem um par de dias, tal como recusaria uma salada ressequida. Por outra lado, se me serviram uma sobremesa genialmente deliciosa, não me importo de pagar bem essa qualidade e deixar gorjeta. Acho triste que menosprezem desta forma o prato final, que pode mudar completamente a ideia que a pessoa teve de todo o serviço. 

Senhores dos restaurantes, por favor, não menosprezem as sobremesas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D