Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Margarida

Blog da Margarida

20
Fev18

A corrida e a poupança

Ontem, quando cheguei do ginásio, lembrei-me deste post que escrevi em 2012 (quando correr ainda não era moda).

 

"Hoje depois dos meus 4,5km para compensar a asneira do almoço lembrei-me de mais algumas vantagens do exercício físico, desta vez ligadas às poupanças em casa, para além das imensas vantagens para a saúde e para o pneu. Assim são:

  • Se corrermos 30minutos por dia é menos esse tempo que passamos no computador ou a ver TV, ou seja menos um eletrodoméstico. E também menos o candeeiro da divisão em que estamos a utilizar. Se a esse tempo juntar-mos o que demoramos a vestir, mais alongamentos é capaz de dar uma hora de poupança de energia por dia;
  • Chegamos com tanto calor, que não é preciso ligar o aquecimento/ventilador da casa de banho para ir tomar banho;
  • Calor significa também água menos quente, logo menos gás;
  • Como já libertamos bastante endorfinas não usamos o banho para relaxar, serve apenas para limpar o suor, assim menos tempo no banho equivale a menos água. Eu pelo menos tomo um banho super rápido depois do exercício;
  • Depois do banho, seco o cabelo num instante porque estou cheia de fome e quero ir lanchar, assim menos energia again;
  • No final nada de atacar a dispensa, se não lá se vai o exercício e a economia. 

Let's run?"

 

Lembrei-me ainda de mais um ponto: quando estou numa fase mais motivada, acabo por menos vezes comer fora. Aquele lanchinhos no café, aquele Mcdonald's de sexta à noite, ou o pequeno almoço na pastelaria dão lugar a refeições feitas em casa, mais saudáveis e mais económicas.

Nunca fiz as contas, mas também não sei até que ponto não compensa ir ao ginásio todos os dias (falando do ponto de vista económico). Cá em casa só somos dois e pagamos 20€ de ginásio por mês cada um. Se em 30 dias, formos 20 vezes ao ginásio, são 40 banhos que se poupam em água, gás e eletricidade. Obviamente que não iremos poupar os 40€ mas fará uma diferença significativa nos consumos mensais.

Ainda que a poupança não seja principal objetivo do exercício porque nada se compara aos imensos benefícios e ainda a felicidade do pós-treino (isto ainda são as minha endorfinas a falar depois dos 10km de ontem), pensem nas faturas a pagar no final do mês como meio de motivação naqueles dias em que estão na dúvida se calçam as sapatilhas ou se se deitam no sofá.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D